quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Sonhos...

Noite passada sonhei que pedalava com meu companheiro sob o olhar atento da Lua cheia. O vento fresco acariciava meu rosto, meu corpo pulsava vida e meu coração batia alegria. Acordei feliz!!!

E acordei refletindo no quanto meus os sonhos são uma realidade concreta dentro de mim.

Sonhos são repletos de imagens, simbolos, projeções e diferentes representações. Há tempos tento interpretar e entender seus misteriosos significados e sua lógica nem um pouco linear.

Com sua linguagem arquetípica, simbólica e atemporal, ele pode nos fornecer um panorama claro e preciso de conteúdos inconscientes, nos trazendo inclusive revelações importantes, mensagens, (re)encontros, respostas diversas e despertando-nos diferentes emoções.

De acordo com Jung, dentro de cada um de nós há um outro que não conhecemos. Ele fala conosco por meio dos sonhos.

Nossos sonhos são a expressão de nosso processo vital, manifestam os diferentes aspectos de nosso Ser: físico, espiritual, psíquico e emocional. Eles apontam o caminho para nossa essência.

Enfim, serão os sonhos universos paralelos, mito, verdade ou fantasia?
Sei lá... Os sonhos, meus e de outras pessoas, continuam sendo pra mim um mistério, uma intrigante realidade, concreta e individual, um espaço de liberdade que me leva a lugares, tempos, situações e pessoas que eu nem sei se existem fora dali.

Quando me deito nos braços de Morfeu e o portal dos sonhos se abre tudo se torna possível, eu posso até voar. Acho que sonhos são um presente divino!

Nenhum comentário:

Postar um comentário